BOHOL, a ilha do primata mais pequeno do mundo

Bohol é uma província e ilha na região Central das Visayas, cuja capital é Tagbilaran. É também a 10ª maior ilha das Filipinas e está dividida por uma ponte em duas zonas: a zona de campo e a zona de praia, esta última conhecida por Panglao.

Como pretendia ir para Panglao, apanhei no porto um táxi pela módica quantia de 50 php (0,95€).

A primeira noite foi numa pequena Guesthouse e as outras noites seriam num hotel na praia. Mas já lá vamos. Importante é não deixar de visitar alguns dos locais que dão nome à ilha.

O QUE TEM MESMOOOOO QUE VISITAR:

CHOCOLATE HILLS

As Chocolate Hills são compostas por 1268 montanhas em forma cônica e que ninguém consegue perceber esta formação geológica. Uns defendem que foram moldadas por ação do  vento, outros defendem que resultam de um fenómeno vulcânico suboceânico. Independentemente da sua origem, estas colinas são uma das maiores atrações da ilha, mas para conseguir vê-las bem do alto, prepare-se porque tem que enfrentar 214 degraus…

Taxa de entrada de 50 php (0,95€) por pessoa.

IMG_1390 IMG_1418

TARSIER – O PRIMATA MAIS PEQUENO DO MUNDO

Para mim uma das maiores atrações foi mesmo conhecer o tarsier, porque por mais pequeno que pareça nas fotos, ao vivo é ainda mais. Conhecido por ser o primata mais pequeno existente no mundo, tem algumas curiosidades bem interessantes sobre ele:

– cada olho tem cerca de 16 mm de diâmetro e é do tamanho do seu cérebro,

– mede entre 10 a 15 centímetros de comprimento, mas os seus membros inferiores chegam a medir o dobro,

– tem uma cauda longa que chega aos 25 centímetros,

– têm unhas, exceto no segundo e terceiro dedo do pé, onde têm garras para conseguirem segurar nas árvores,

– não pesam mais de 200 gramas e têm cerca de 34 dentes,

– são animais noturnos, pelo que passam parte do dia a dormir,

– alimentam-se principalmente de insetos, mas também gostam de apanhar lagartos, aves, morcegos…,

– as fêmeas ficam grávidas por seis meses e só conseguem dar à luz um filho,

– não é animal de cativeiro e quando preso pode entrar em stress e chegar mesmo ao limite de se suicidarem.

Por isso não perca a oportunidade de ver esta espécie única, mas respeite-o, nada de fotos com flash, nem de fazer muito barulho!

Taxa de entrada de 60 php (1,15€)

tarsier

LOBOC ECOTOURISM ADVENTURE PARK

Loboc é uma localidade da ilha bem conhecida, principalmente devido ao seu parque aventura. Mas se não for radical e não tiver coragem de se aventurar pelas alturas, aproveite e delicie-se com um almoço ao longo do rio, num dos tradicionais restaurantes flutuantes.

IMG_1513

LOBOC ZIPLINE E CABLE CAR

Só mesmo para os mais corajosos, existe a possibilidade de fazer zipline numa corda que atravessa o rio em Loboc. Por 350 php (6,60€) ida e volta e são alguns segundos de emoção.

Mas se quiser ir com os pés assentes e dar um passeio mais calmo, existe sempre a opção de cable car por 250 php (4,74€).

A acrescentar a isto, se quiser as fotos que mostrem a sua aventura, por 250 php (4,74€) tem direito a um cd, com todas as fotos.

FotorCreated2

zipline2_new

LOBOC RIVER WITH FLOATING RESTAURANT

Apesar de ser uma experiência muito turística, achei engraçada e foi uma forma diferente de passar a hora do almoço.

Compra o bilhete de 450 php (8,50€) por pessoa e tem direito ao almoço em estilo buffet e a um passeio de aproximadamente uma hora a percorrer o rio Loboc.

Os barcos estão todos alinhados na Ponte de Laoay.

A comida dá para matar a fome, não é nada de especial, mas serve o propósito. Durante o passeio o barco para duas vezes: primeiro para ver danças típicas e segundo para ver uma catarata.

Mas o que mais gostei foi de ver crianças a brincarem de forma alegre nas margens do rio.

IMG_1525

IMG_1512_Fotor IMG_1524_Fotor

IMG_1540 Untitled

A MELHOR PRAIA: DUMALUAN BEACH

Para mim esta é a praia mais bonita de Panglao. Mesmo ao lado da Alona beach, esta praia tem um azul de lembrar as Maldivas. Só que o acesso só é possível mediante o pagamento de entrada ou então se estiver hospedado num dos hotéis que ladeiam a praia. Mas vale mesmo a pena, dai ter escolhido ficar no Bohol Beach Club, porque tinha entrada direta na praia e sem multidão, porque o hotel tem guardas que impedem o acesso de não hóspedes. O mais chato são os vendedores que surgem pela água, deve ser a única zona onde podem estar, e que tentam a todo o custo vender-lhe pulseiras ou fios com pérolas.

IMG_1362 IMG_1682

Um dos muitos vendedores de pérolas na água
Um dos muitos vendedores de pérolas na água

A ZONA MAIS TURÍSTICA: ALONA BEACH

Na zona sul da ilha de Panglao, Alona é a praia mais desenvolvida em Bohol. Tem uma extensão de 1.5 quilómetros, que podem ser caminhados de uma ponta à outra. Restaurantes, cafés, massagens, lojas, aqui tem de tudo um pouco, o que acaba por tornar a praia muito movimentada. Até porque os passeios diários para as ilhas vizinhas, são feitos a partir daqui.

Aconselho um jantar de marisco e peixe fresco na praia.

Alona_Beach_Bohol 390626944_749ecc238d_b IMG_1699 IMG_1707

O PASSEIO NO MAR QUE É OBRIGATÓRIO IR: SNORKELLING IN BALICASAG ISLAND MARINE SANCTUARY + VIRGIN ISLAND

A parte do snorkelling dispensava bem, porque não vi nenhum peixe em especial, mas a ida à Virgin Island não pode perder, nem que seja pela beleza e ao mesmo tempo, estranheza, do local. Veja mais sobre este passeio aqui.

11174902_10206454345342659_6840546683640139886_n

SE AINDA TIVER TEMPO: BUTTERFLY SANCTUARY

Confesso que não estava com muita vontade de visitar este local, mas ainda bem que o fiz. Apesar de ter uma área pequena, a diversidade de borboletas, mais de 300 espécies, é interessante de se ver e a simpatia e entusiasmo dos guias do santuário tornam a experiência ainda mais divertida. Desde colocarem-nos borboletas na cara, até conhecermos borboletas hermafroditas, acabamos por passar uns minutos divertidos e por um preço simbólico de 30 php (0,56€), merece a visita.

IMG_1476 IMG_1453 IMG_1432

COMPLETAMENTE DISPENSÁVEL: PHYTON

Este é um daqueles pontos turísticos que pouco acrescenta, pelo menos para mim. Paga-se 20 php (0,38€) de entrada para ver uma cobra em cativeiro. É certo que é pitão de 300 quilos e com 8 metros de comprimento, mas achei a visita totalmente desnecessária…

IMG_1584

COMO CHEGAR À ILHA

Existem várias formas de chegar à ilha e partir da ilha, mas a mais usada é através de ferry desde Cebu.

Se estiver noutra zona de Cebu, como foi o meu caso que estava em Siquijor, também pode apanhar ferry.

DE SIQUIJOR PARA BOHOL

Comprei bilhete da Ocean Jet por 910 php (17,22€) + 15 php (0,28€) de taxa do terminal + 40 php (0,75€) por bagagem de porão.
Partida às 13h50 e chegada a Bohol às 17h, com paragem a meio caminho em Dumaguete, mas sem ser preciso sair do barco.
No barco vendem comida e bebida, mas se quiser ir prevenido, no porto de embarque em Siquijor existem pequenos cafés onde pode encontrar maior variedade de produtos. Comprei 2 bolos e uma garrafa de água por apenas 50 php (0,05€).
A viagem é tranquila e pode sempre ver um filme que passa na sala principal do barco.

IMG_1734

ONDE DORMIR

PARA AS CARTEIRAS MAIS ABASTADAS – BOHOL BEACH CLUB
Situado na praia de Dumaluan, para mim a mais bonita de Bohol, este hotel é uma boa opção para quem não está a contar o dinheiro. (Mais sobre o hotel aqui)

PARA AS CARTEIRAS MAIS COMEDIDAS – CHILL OUT GUESTHOUSE
Chegada a Panglao fiquei duas noites na Chill Out Guesthouse, porque a intenção dos dois primeiros dias na ilha era explorar o máximo possível, usando o hotel só para dormir. Mas esta pequena guesthouse encantou e deixou saudades… (Mais sobre a guesthouse aqui).