Similian Islands, um sonho de ilhas na Tailândia

similanislandsmap_Fotor

As ilhas Similian são um grupo de ilhas, ao largo do mar Andaman, integrantes da província de Phang Nga e pertencem ao Mu Ko Similian Park.

IMG_3843_Fotor

A palavra Similian significa nove, mas neste momento são 11 as ilhas que compõem o grupo, tendo sido a tão falada Koh Tachai, a última a integrar o grupo, sendo conhecida por 11ª ilha.

Todas as ilhas têm um nome, mas podem ser apenas referidas pelo número que lhes foi atribuído. A maior de todas é a ilha 8, que é a Koh Similian. Com uma montanha de 244 metros, esta ilha é das mais visitadas e uma das poucas onde se pode pernoitar. Mas dado o limite de pessoas permitidas de ficarem na ilha, deve marcar com antecedência junto da autoridade responsável pelo parque, que é quem controla o alojamento. Pode escolher ficar numa tenda (atenção que é uma tenda da organização e não numa tenda sua) ou em bungalow. A maioria dos visitantes prefere fazer uma visita de apenas um dia, ou então os mergulhadores ficam a dormir nos barcos.

O parque está aberto de Novembro a Abril, fechando o resto do ano, durante o período das chuvas.

Infelizmente ou felizmente, a Koh Tachai fecha a partir de 15 de Outubro de 2016 por tempo indefinido, como forma de preservação da natureza. Mas não comece já a desesperar que ainda tem 10 ilhas igualmente maravilhosas para explorar.

A forma mais fácil de aceder a estas ilhas é através de barco, podendo partir de Phuket, Khao Lak ou Ranong. Mediante o local, a viagem pode demorar entre 45 minutos a 3 horas.

A entrada nestas ilhas tem um custo de 500 baht = 12€ e se for fazer mergulho acresce mais 200 baht = 5€.

Quando fiz a minha visita a estas ilhas, integrei um grupo com saída de Phuket e paguei 2000 baht = 50€ pelo dia, incluindo transporte de e para o hotel, comida e material de mergulho.

O que atrai a maioria dos visitantes é a água transparente, de uma nitidez indescritível, o ser quente, o ter muitos peixes e a beleza das ilhas em si, na maioria rodeadas de rochas.

Aconselho a quem conseguir visitar estas ilhas a ir, mas sempre com uma postura consciente de respeito e preservação do meio ambiente.

IMG_3862_Fotor IMG_3851_Fotor 1993_Fotor 2006_Fotor IMG_3854_Fotor

No regresso viemos a fugir de um temporal
No regresso viemos a fugir de um temporal

Vídeo da ilha